O MUNDO MUDOU > Quantas coisas passaram e quantas pessoas se foram em tão pouco tempo

fim do mundoAcho que o mundo vive um momento de grandes e longas mudanças. Vejamos de um ano pra cá quantas coisas já se perderam, quantas pessoas importantes já morreram e quantos escândalos foram descobertos. Tudo isso assim, do nada.

De repente, em um domingo que parecia ser normal você acorda com a notícia de que muitos jovens em uma boate morreram em um incêndio, o que te deixa comovido e extasiado com a forma da morte de cada um. Ainda percebe que as coisas pelo mundo não andam com boas ‘pernas’.

Do outro lado do planeta, os cabras que a gente não dá nada por eles (falo dos coreanos): baixos, brancos, e com olhos puxados, querem possuir um grande arsenal bélico pra se proteger. Pergunto: De quê? Aqui, perto da gente, acompanhamos a morte lenta de Chávez, da Venezuela, que depois de morto virou a salvação da pátria.

O que me deixou mais abismado foi a ideia de tê-lo vivo, digo, congelado, presente só de corpo sem pensamento. Que mundo doido é esse? Eles querem olhar para Hugo Chávez para sempre. É adoração demais para serviço prestado de menos. ‘Caracas’, o povo venezuelano precisa de muita ajuda pra melhorar de vida e a preocupação é em manter-se olhando para o corpo congelado de Chávez. Poxa, ninguém tem paciência comigo’!   

Não basta ter que dar adeus a Hebe Camargo, o espetacular Chico Anysio, Oscar Niemeyer, Millor Fernandes, o homem que pisou na lua, Neil Armstrong, Wando, Joelmir Beting, a grande Dona Canô, Marcos Paulo, Whitney Houston e tantos outros, temos que conviver com reviravoltas mundanas. 

A renúncia de Bento, que pegou o mundo de surpresa, as descobertas de um mundo de coisas indevidas na Igreja Católica e (quem diria!), a escolha do novo Papa, que por si só já seria um marco, e mais, sendo da América Latina, argentino e, Francisco! Meu irmão, quem diria?

Bom que o mundo não acabou em dezembro! Pelo Brasil, vemos casos surpreendentes tendo por fim, justiça: o caso Eliza Samúdio com envolvimento do goleiro Bruno, o de Lindemberg Alves, do caso Eloá, agora o do Mizael, caso Mércia, até o Fernandinho Beira-mar pegando mais cadeia. Quem diria? Quantas reviravoltas, não?

Quem diria que para presidir a Comissão de Direitos Humos da Câmara seria preciso escolher uma pessoa tão desumana. É inadmissível ver tanta mentira espalhada pelo Congresso. Ainda bem que temos um Barbosa no STF, hein, Dilma?!

O mundo parece ter mudado e continuará mudando. Acredito que os funcionários e colaboradores da Wikipédia deverão trabalhar em dobro para documentar tudo isso (risos). Que a gente possa utilizar essas mudanças mundanas para repensar nossos hábitos, nosso jeito de ver as coisas. Temos que refletir para sentirmos realmente que o mundo mudou.

Artigo – Elistênio Alves

elistenioalves@hotmail.com

Participe do Sertão Alerta no Facebook recomendando e curtindo (Share) nossas reportagens e também no Twittter e no Gmail. 

CLEUMIO PINTO RADIALISTA DRT/CE 5687 - MATRICULA 7723

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *