DEZ SEGUNDOS > Quanto vale um abraço?

CONFRATERNIZAÇÃO DA MARIANA 96Pare um pouco e pense na resposta da pergunta que faço no título do artigo. Quanto vale um abraço? Vou te dar 10 segundos:  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9 e 10. Então, esse pequeno exercício é para fazer você refletir sobre a importância inigualável de um bom abraço.

Estava eu em mais um domingo como quem não quer nada assistindo TV(gosto do programa da Regina Cazé, o “Esquenta”, fala de tudo e ouve a todos, é plural, é bom e eu gosto) e, justamente no dia que assistia um dos temas era o abraço. Por influência do novo álbum do Caetano Veloso, que se chama “Abraçaço”, e que estava no programa, ela citou algo muito interessante. Hoje em dia as pessoas mandam abraço, desejam abraço, mas não abraçam. O ato de abraçar, unir dois corpos em uma energia só é cada vez mais raro.

É fácil encontrar-se na rua e dizer: “Fulano, manda um abraço pra Beltrano!”. O fato é que cada vez mais esquecemos de exercitá-lo. Pois bem, o e-mail é aquele em que mais temos a oportunidade de mandar abraço: “Segue texto(…)” e, no final: “um abraço, Fulano”. Na verdade onde está realmente a força do abraço?

Um abraço acaba a solidão, faz a gente superar o medo, alivia a tensão, é democrático, portátil, infalível, ecologicamente não influência no aquecimento global, torna nossos dias mais felizes. Então, vamos diminuir o desejo de: “Pra você um abraço”. Mude, ABRACE! A terapia do abraço é abraçar.  

‘Ei! Hoje eu mando um abraçaço…’

Colunista – Elistênio Silva 

Participe do Sertão Alerta sugerindo reportagens fones (88) 9686.6694 Tim ou (88) 9233.8777 Claro e (88) 8865.6118 Oi ou pelo email > redacao@sertaoalerta.com.br   

CLEUMIO PINTO RADIALISTA DRT/CE 5687 - MATRICULA 7723

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *