Cientistas e Ufolifologos aida acham cedo conclusão sobre fenômeno em Itapiuna

“Ainda é cedo para apresentarmos qualquer conclusão acerca do que encontramos aqui”, esse foi o posicionamento do representante do Centro de Pesquisa Aplicada na Ufologia e Espiritualidade (CPAUE Brasil), o coronel da Polícia Militar e piloto de aeronaves Welliston Paiva, após colher amostras de água, do solo e de vegetais no local onde os moradores da Fazenda Bico D’Arara, em Itapiuna, apontaram terem visto uma “coisa de outro planeta”.

Ufólogo, piloto de helicóptero e coronel PM Welliston Paiva.

Weliston Paiva informou que o material será apresentado a especialistas da UFC em física e química para constatarem se houve radiação e avaliarem outros elementos científicos. Também é preciso observar os animais, os pássaros e os peixes que se encontravam na propriedade no momento da aparição do suposto fenômeno avistado por volta das 23h da última quinta-feira (13) pelo proprietário da fazenda, Francisco Alberto Leite Barros, 59 anos, conhecido como Branco, e seu irmão Francisco Belchior Leite Barros, 70.

“Pelos relatos de ambos deveremos trabalhar com algumas hipóteses. Plantas curvadas. Não há como garantir que foi um OVNI porque eles não o viram pousar ou decolar; viram apenas um clarão, em forma esférica. Quanto a um meteorito, essa opção está descartada, pois tendo contato com o solo o impacto provocaria uma explosão.A hipótese mais forte é da de um microburst, quando há uma grande umidade na região, dai ocorre um pequeno tornado. Mesmo assim, a hipótese de um OVNI não deve ser desprezada”, ressalta Paiva.

Outro ufólogo expediente, o eletrotécnico Robisson de Alencar, com mais de 30 anos dedicados a estudos dessa natureza, também esteve no local. Ele observou o ponto do fenômeno, conversou reservadamente com “Branco” e o irmão, Belchior , gravou depoimentos e apreciou as imagens registradas pelo Sistema Verdes Mares, inclusive aéreas. “Somente após analisar o que encontrei poderei apontar a minha conclusão”, ressaltou o especialista sem definir uma data.

O ufólogo Robisson Alencar (Direita) analisou o local do evento acompanhado do proprietário da fazenda e da sua neta.

Ambos preferiram não questionar a análise do astrônomo Dennis Weaver, do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE). Ele considera o possível fenômeno uma fraude, inclusive pessoas que fizeram isso já mostraram como foi feito, usando cordas e tábuas de madeira Para ele, não há como dar uma explicação meteorológica.

Microburt

Segundo estudos científicos, o microburst é uma coluna de ar desccendente e divergente com ventos em linha reta na superfície diferente de furacões quais têm geralmente os danos convergentes. As descendentes comuns geralmente, têm de 50 metros a dois quilômetros de extensão.

CLEUMIO PINTO RADIALISTA DRT/CE 5687 - MATRICULA 7723

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *