CEARÁ: Segurança e saúde no trabalho estão entre as ações que garantem bons resultados às empresas

O investimento na área de Segurança e Saúde no Trabalho (SST) é fundamental para promover o aumento da satisfação do empregado e, consequentemente,da produção de uma empresa. Essa é a avaliação do engenheiro de Segurança no Trabalho do SESI-CE, Luiz Sérgio Nocrato.

De acordo com ele, essas ações garantem “a preservação de bens e vida humana, manutenção do fluxo produtivo, reputação da empresa, funcionários motivados, aumento da produção e competitividade”.

O Ceará tem diminuído as taxas de ocorrências ao longo dos anos. Por meio de uma política de conscientização, as empresas locais elevaram os programas que promovem a segurança do colaborador o ambiente de trabalho.

O resultado disso é apresentado em dados da Secretaria de Previdência do Ministério da Fazenda (SPrev). As informações revelam que, no estado, entre 2015 e 2017, o índice de acidentes do trabalho reduziu quase 8%, chegando a 10.950 ocorrências no último ano. A taxa de incidência era de 10,75 a cada mil vínculos empregatícios em 2013. Já em 2016, esse número caiu para 9,26.

Ainda segundo Nocrato, investir na segurança do trabalhador não é difícil. Para ele, começar pela maneira de como não agir já é um passo. “Não utilizar equipamento danificado e não exercer a atividade de modo informal. “Quanto ao trabalhador, vale a cooperação, evitando o desvio comportamental, ou seja, a negligência”.

Na avaliação do consultor na área de Segurança do Trabalho, Antônio Carlos Vendrame, o investimento em SST pode significar, além da redução do impacto previdenciário, a diminuição de taxas pagas pelas empresas. “Se o meu desempenho coletivo com outra empresa também for bom, o meu seguro de acidente de trabalho também tende a cair”, afirma.

“É um universo muito grande de aumento e redução de imposto que eu posso ter. Imagina, 17,5% da folha de pagamento, quanto dinheiro que não significa e eu podendo manipular isso de forma a reduzir essas condições”, completa Vendrame.

Segundo dados de uma pesquisa feita Serviço Social da Indústria (SESI), de 500 médias e grandes empresas ouvidas no balanço, 48% delas acreditam que ações para aumentar a segurança no ambiente laboral e promover a saúde de trabalhadores reduzem as faltas ao trabalho. Para 43,6%, esses programas aumentam a produtividade e 34,8% apontam que essas ações diminuem despesas.

Sugestões de Reportagens: 88 9686 6694 Tim – 88 8849 5444 OI – 88 2147 0720 Fixo. Inclua o Sertão Alerta entre os seus links favoritos. VC Repórter no WhatsApp 88 9 9686 6694. sertãoalerta.com@gmail.com.

CLEUMIO PINTO RADIALISTA DRT/CE 5687 - MATRICULA 7723

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *