Zé do Valério é preso no Piauí e população de Pedra Branca comemora com fogos de artifícios

Na manhã desta sexta-feira (12), termina a saga “Zé do Valério”. Apos sua prisão no Estado do Piauí, A população de Pedra Branca no Sertão Central cearense, cidade onde ele é acusado de ter cometido o bárbaro crime contra a universitária Danielle de Oliveira Silva, no último dia 25 da abril, comemorou com bombas e buzinaços pela cidade, houve um grupo que tentou mobilizar uma caravana para ir até a cidade de Crateús onde deveria ir o preso.

A equipe da Delegacia de Pedra Branca junto com a titular Anarda Araujo,  seguiram imediatamente para o local onde foi preso  o vaqueiro José Pereira da Costa, conhecido como ‘Zé do Valério’. A Delegada interrogou o criminoso onde confessou o homicídio da universitária Daniele e outros crimes, sendo em seguida transferido para Fortaleza por uma equipe do CIOPAER.

Os pais de Danielle estavam bastante emocionados após saberem da prisão do criminoso da filha.

A família da jovem passou o dia recebendo o abraço dos amigos e o povo que a todo instantes se dirigiam a residência dos pais da universitária. A senhora Joelma e o seu esposo Daniel que juntos passaram a receber equipes de reportagens que se dirigiram a cidade de Pedra Branca para cobrir o final desta operação de captura do vaqueiro que deixou uma família destruída e uma cidade revoltada com a barbárie cometida pelo  homem que conquistou a confiança da família.

“Zé do Valério preso após denuncia de vaqueiro que já cuidava dele a três dias.

Na localidade de Buriti dos Montes, zona rural do Estado do Piauí, guiados por um vaqueiro, em mais um dia de operação com o apoio da Ciopaer, as equipes receberam uma informação de um agricultor na localidade de Jatobá Medonho, no município de Buriti dos Montes, no Piauí,  levou a polícia ao local onde o homem estava escondido. João Elias deu comida ao suspeito por três dias e chegou a colocar remédio para dormir na coalhada de Zé do Valério, na intenção de capturá-lo. Ao encontrar a polícia de Crateús fazendo buscas pelo suspeito na região, levou os agentes até o local.

Quando chegaram próximo, todos os policiais cobriram a área, e em um primeiro momento, ele tentou correr. Mas quando viu o cerco feito pela PM, ele se rendeu”, destacou o major da PM, Vicente Andrade, comandante do 7° BPM (Crateús). “Com ele, foi apreendido um revólver calibre 38 com seis munições e valores em espécie. O criminoso é suspeito de ter cometido um crime semelhante no município de Tauá, também no Ceará, no ano de 2013, onde a dona do sítio onde José Pereira trabalhava foi encontrada morta. O criminoso agora se encontra à disposição da Justiça.

Várias equipes de reportagens estiveram na Delegacia Municipal de Pedra Branca

Durante toda sexta-feira os moradores de Pedra Branca comemoraram a prisão, lamentaram o mesmo não ter sido conduzido para a Delegacia local. Zé do Valério deixou um rastro de crimes por onde passou, fazendo vítimas em Tauá, Quixelô e Pedra Branca, onde após investigação promovida por esta Delegacia Municipal conseguiu ser identificado e reunido elementos suficientes para que fosse decretada sua prisão preventiva pelo Poder Judiciário.

Com a notícia da prisão, a mãe da universitária disse ter “gratidão a Deus pela vitória”. “Não vai trazer a nossa menina de volta, mas vai aliviar a nossa dor”, comentou Joelma Oliveira.  “Nossa família só tem gratidão a Deus por essa vitória. Não desejo a ninguém a dor que sentimos com a perda da Danielle. A justiça agora será feita e estamos aliviados. Agora esse psicopata não vai mais fazer nenhum mal para ninguém”.

Sugestões de Reportagens: 88 968 6 6694 Tim – 88 98110 1111 Vivo – 88 2147 0720 Fixo. Inclua o Sertão Alerta entre os seus links favoritos. VC  Repórter no WhatsApp 88 9 9686 6694. Curta nossa página no Facebook

NOVA COSMÉTICO

CLEUMIO PINTO RADIALISTA DRT/CE 5687 - MATRICULA 7723

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *