Trabalhadores rurais marcham pelas ruas de Quixeramobim e ocupam prefeitura

Aproximadamente 200 agricultores do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) ocuparam nesta quarta-feira (7) a prefeitura de Quixeramobim, no Sertão Central. Após uma caminhada pelas ruas da cidade, foram ao encontro com o prefeito do Município, Clébio Pavone, buscando atendimento a uma série de reivindicações.

A desapropriação imediata dos acampamentos destinados a áreas para fins de reforma agrária. Também pretendem renegociar as dívidas do crédito emergencial e Fundo de Desenvolvimento da Agricultura Familiar (Fedaf), garantia do seguro safra, de transporte escolar, ainda a recuperação de estradas de acesso aos assentamentos. Essas são algumas das necessidades apresentadas.

86 trabalhadores estão acampados em 6 áreas
600 famílias moram em 21 assentamentos
São 30 comunidades espalhadas por Quixeramobim

Os trabalhadores buscam ainda pautar uma audiência envolvendo representantes do Instituto de Colonização e Reforma Agrária (Incra), da Secretaria de Desenvolvimento Agrário (SDA), do Instituto de Desenvolvimento Agrário do Ceará (Idace), do Banco do Nordeste do Brasil (BNB), com a participação da prefeitura de Quixeramobim.

Os assentados e acampados estão dispostos a continuar a luta apesar da conjuntura difícil. Esse é um momento que precisamos engrossar as nossas fileiras. Estamos lutando por nossos direitos, então a nossa luta sem duvida é uma luta legitima, e precisamos garantir nossa pauta estrutural e política. Continuaremos a luta em defesa da Democracia e pela liberdade do nosso companheiro Lula”, afirmou Iane Braga, da coordenação do MST neste Município.

Sugestões de Reportagens: 88 9686 6694 Tim – 88 8849 5444 OI – 88 2147 0720 Fixo. Inclua o Sertão Alerta entre os seus links favoritos. VC Repórter no WhatsApp 88 9 9686 6694. sertãoalerta.com@gmail.com.

CLEUMIO PINTO RADIALISTA DRT/CE 5687 - MATRICULA 7723

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *