Comunidade de Ibaretama ajuda a preservar merenda escolar após o corte em 6 escolas pela Enel

As mães estiveram reunidas na tarde desta terça-feira (07) na Escola José Gustavo de Queiroz em Piranji.

A Secretária de Educação de Ibaretama que hoje tem sobre seu comando mais de 2600 alunos distribuídos em 20 escolas foi surpreendida no inicio das aulas deste segundo semestre com o interrompimento de seis de suas unidades atingindo diretamente aproximadamente 1000 alunos. A secretária de Educação, professora Geane Vládia , à frente da pasta à pouco mais de um mês, confirmou o atraso no pagamento das contas de energia como motivo para os cortes.

A merenda escolar acondicionadas em refrigeradores nas escolas atingidas, foram imediatamente a comunidade se mobilizou permitindo a ligação destes congeladores em suas residências, a secretaria havia abastecido toda rede municipal com a merenda escolar. O débito com a empresa de distribuição de energia do município chaga a R$ 980 mil reais, sendo que só cerca de R$ 520 mil é de iluminação pública. A secretária lembra que a dívida é desde de 2015. Na sua pasta o valor é de R$ 80 mil e que ja se encontra em negociação com Enel.

A Enel informou que só tomou essa decisão após enviar notificações e tentar negociar o débito em várias ocasiões. Atualmente segundo a Enel possuí 123 prefeituras cearenses com débito. Esta semana, a empresa  suspendeu o fornecimento de energia de 34 unidades das prefeituras de Aracoiaba, Beberibe, Caridade, Ererê, Granja, Tarrafas, e Ibaretama, devido o não pagamento de faturas.

No caso de Ibaretama, a distribuidora acrescenta que está em negociação com a prefeitura e hoje (08) a energia será religada.

REI DO LANCHE

CLEUMIO PINTO RADIALISTA DRT/CE 5687 - MATRICULA 7723

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *